Após recusar vacina contra a Covid-19, Gabriel Medina não participará do Mundial de Surfe

O surfista Gabriel Medina terá um obstáculo na luta pelo tricampeonato mundial da categoria: ele não poderá disputar a última etapa, em Teahupoo, após ter não ter tomado a vacina contra a covid-19. 

O anúncio foi feito pelo atleta, que voltou sem medalha das Olimpíadas de Tóquio, em uma live. Todos os atletas que participaram dos Jogos Olímpicos tiveram a opção de receber o imunizante.

“Eu não vou para Teahupoo porque eu não tomei a vacina e aí tem que fazer 10 dias de quarentena. Aí não dá tempo de ir do México, que é uma seguida da outra. Aí vou ser obrigado a não ir. Sacanagem. Mas de boa”, disse.

A janela de disputa na etapa do México será entre os dias 10 e 19 de agosto, enquanto a competição em Teahupoo está marcada para acontecer entre os dias 24 e 3 de setembro. Sendo assim, seriam apenas cinco dias de intervalo caso a etapa mexicana se encerre no último dia da janela.

Medina lidera o campeonato com 46.720 pontos, com boa vantagem para o segundo colocado, que é o medalhista de ouro em Tóquio, Italo Ferreira, com 33.555.

A ausência na tradicional etapa, contudo, não preocupa Medina para a briga pelo título mundial.

“Eu posso descartar uma etapa, então está de boa”, completou o surfista, que depois irá para a final, na Califórnia, em setembro.

Fonte: Correio 24hs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *