Porto de Manaus é sabotado e tampas de bóias são roubadas e estrutura afunda

O Porto de Manaus, Roadway, foi alvo de uma sabotagem nesta sexta-feira (17). Em vídeo viralizado na internet é possível ver a estrutura se partindo e afundando.

Conforme informações preliminares, as tampas de vedação das bóias teriam sido roubadas, o que fez com que o Roadway de Manaus começasse a afundar.

A situação será investigada e câmeras devem ser analisadas para localizar os responsáveis. Em nota, a assessoria do porto informou que o caso aconteceu quando o flutuante estava adernando.

Confira abaixo a nota na íntegra:

O Porto de Manaus informa que há indícios de sabotagem nas bóias do flutuante das torres. Foi verificado que as tampas de vedação das boias foram roubadas.

A situação foi notada durante operação no final da tarde de hoje (17/06), no momento em que o flutuante estava adernando. Nenhuma embarcação foi danificada e não houve feridos.

A Equipe de Manutenção da Empresa de Revitalização do Porto de Manaus S/A já está no local, preservando a segurança de todos, com a situação sob total controle. Além disso, está em contato com autoridades pra fazer o levantamento de danos, apurar os fatos e recuperar a área o mais breve possível.

A SNPH também emitiu nota:

Comunicamos à Sociedade Amazonense que por volta das 17 horas desta sexta feira, dia 17 de junho de 2022, sem precisar ainda as causas, um dos cais flutuantes do Porto Público de Manaus, denominado Cais das Torres, teve um dos seus trechos naufragado, porém se encontra preso ao seu sistema de amarração.

Informamos que não houve feridos, nem prejuízos materiais a terceiros, tendo as embarcações e veículos que estavam no local, no momento, tido tempo de serem evacuados e desatracados, diante da surpresa geral de quem conhece as sólidas estruturas flutuantes do Porto.

A SNPH – Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias, na qualidade de representante da Autoridade Portuária do Governo do Estado do Amazonas, esclarece que está presente no local, desde o início do acidente, com seus diretores, técnicos e seu equipamento aquaviário, dando todo o suporte logístico às empresas arrendatárias do Porto.

Fontes: Portal do Holanda, Assessoria do Porto e SNPH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *