David Almeida reúne peças para dar xeque-mate na velha política do Amazonas

Na política, assim como em uma qualquer grande disputa, boas jogadas, estratégias previamente pensadas para não dar brechas ao adversário e bons nomes são fundamentais para conquistar o objetivo estabelecido pelo partido. Olhando para o cenário estadual, os movimentos realizados pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), nas últimas semanas, chamam atenção, principalmente, pela possibilidade de disputar como protagonista, todos os cargos nas eleições deste ano.

No total, o gestor municipal realizou oito trocas no seu secretariado, sinalizando nomes como dos ex-secretários municipais de Limpeza Urbana (Semulsp), Sabá Reis, da Casa Cívil, Tadeu de Souza, e a de Saúde (Semsa), Shádia Fraxe, como peças fundamentais na disputa ao Governo do Amazonas, compondo chapa ou mesmo numa candidatura independente.

A possibilidade foi levantada pelo próprio David Almeida, durante o evento de filiação de Sabá Reis, realizado no último dia 24/3.

“Vamos apoiar o candidato ao governo que tiver a melhor proposta para o Amazonas. Vamos conversar com todos e discutir as propostas para o nosso Estado que vão ajudar o nosso povo. Não vou aceitar um governador que trabalhe menos do que eu trabalho por Manaus. Nos, do Avante, temos a certeza que fazemos a diferença onde estivermos. Por isso, vamos decidir não por emoção, mas por razão. Na eleição de 2020, o Avante foi o partido mais votado de Manaus e não duvidem que temos coragem de lançar uma chapa para o Governo do Amazonas”, afirmou Almeida.

Destaques no primeiro ano de gestão, Sabá Reis e Shádia Fraxe ganharam força no tabuleiro político visto que ambos foram reconhecidos nacionalmente, pela eficiência na administração pública.

Sabá recebeu do Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB), a certificação Lixo Zero, fazendo com que a Semulsp seja a primeira secretaria do país e de Manaus a obter o conceito “Lixo Zero”.

Já Shádia Fraxe, enfrentou as duas primeiras ondas de Covid-19 em Manaus quando assumiu a Semsa, instalando uma política de trabalho que colocou Manaus em 1º lugar nos índices da Atenção Básica do Previne Brasil, sistema de avaliação do Ministério da Saúde.

Outras peças estratégicas no tabuleiro de David Almeida são o seu ex-vice-prefeito, Marcos Rotta, recém-filiado ao Partido Progressista (PP), e o ex-chefe da Casa Civil, Tadeu de Souza. Rotta, durante os 15 meses à frente da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), conseguiu levar asfalto a mais de 8 mil ruas. Já Tadeu é homem de confiança do prefeito e garantiu a segurança administrativa para a gestão.

Outras frentes

Com o desejo de transformar o Avante, sigla a qual é presidente estadual, no maior partido do Amazonas, David Almeida também reforçou o elenco para as demais disputas proporcionais pela Assembleia Legislativa do Amazonas e a Bancada de federais do Amazonas em Brasília. Almeida não esconde a vontade de lançar nomes para o Senado também.

Para essas jogadas, o prefeito de Manaus tem a disposição no tabuleiro nomes como Chico Preto, o ex-secretário Municipal de Educação (Semed), Pauderney Avelino – que apesar de ser filiado ao Democratas (DEM), faz parte do arco de alianças do prefeito; o ex-deputado federal Hissa Abrahão, e os vereadores Marcelo Serafim e Marcel Alexandre. Outros nomes são do ex-subsecretário Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Platiny Soares, o ex-deputado federal Gedeão Amorim, ex-deputado estadual Miguel Carrate e o vereador Lissandro Breval.

Texto: Avante Amazonas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *