Quase 7 mil adolescentes foram vacinados no posto do Sambódromo neste sábado dia 14

No primeiro dia de vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades, o Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho – Sambódromo de Manaus recebeu quase 7 mil adolescentes, que compareceram para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) mobilizou equipes que reforçaram os postos de vacinação e ajudaram a imunizar 6.746 adolescentes. Ao todo, foram 140 profissionais de saúde da rede estadual atuando na vacinação realizada no Sambódromo.

“A Secretaria de Estado de Saúde, desde o início do planejamento da vacinação de 12 a 17 anos estava no Sambódromo com um grupo de profissionais representando as maternidades, hospitais infantis, e hoje, com a alta adesão dos pais, trouxeram os filhos para vacinar”, destacou a Secretária Executiva Adjunta de Política de Saúde, Nayara Maksoud. 

Além das equipes de vacinação do Sambódromo, 10 equipes de servidores da SES-AM, deram apoio no posto do Centro de Convenções Vasco Vasques. 

“A Secretaria de Estado também reforçou o apoio e inclusive nos fizemos presente no Vasco Vasques com mais de dez equipes apoiando com vacinadores, registradores, apoio da organização do fluxo dos processos de trabalho”, completou a secretária.

Nayara Maksoud, que trabalhou na vacinação desde o início dos mutirões do Governo do Estado, aplicou dose de imunizante na filha de 14 anos. “Como profissional de saúde, que vem participando do Vacina Amazonas, eu tive hoje o prazer e a emoção de vacinar a minha filha, vacinar a minha Samara, que tem 14 anos, e foi vacinada pelas minhas mãos e só tenho a agradecer”, afirmou. 

Continuidade da vacinação

O sábado foi apenas o primeiro dia da vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. A vacina continua sendo aplicada nos demais dias da semana, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos pontos de vacinação determinados pela prefeitura de Manaus.

“A Secretaria de Estado, junto à Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-RCP), estará monitorando a adesão das famílias e as estratégias que estão sendo ofertadas à população para que a gente consiga que os pais tenham acesso e, cada vez mais, a oportunidade de vacinar seus filhos”, finalizou Nayara Maksoud.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *