Força-tarefa da prefeitura de Manaus garantiu segurança no primeiro dia de liberação dos cemitérios

No primeiro dia de liberação dos cemitérios, para as homenagens póstumas pelo Dia das Mães, uma força-tarefa de 1,2 mil servidores da Prefeitura de Manaus garantiu a segurança dos visitantes que estiveram nos dez campos-santos públicos da capital, nesta sexta-feira, 7/5. A maior movimentação foi registrada no cemitério Nossa Senhora de Aparecida, no Tarumã, zona Oeste.

Apesar do grande fluxo de pessoas, as recomendações de segurança sanitária foram atendidas com o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social. Para o titular da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), Sabá Reis, a estimativa atendeu às expectativas previstas pela prefeitura.

“Montamos uma força-tarefa com diversas secretarias do Executivo municipal, em que mais de 1,2 mil servidores estão atuando para que possamos oferecer segurança e conforto àqueles que vêm visitar seus entes queridos. Além disso, nos preocupamos com a questão da segurança sanitária das pessoas. A recomendação do prefeito David Almeida é que a prioridade seja a segurança”, destacou.

Conforme o Decreto municipal nº 5.074/2021, publicado na edição nº 5.087, do Diário Oficial do Município (DOM), de 1º/5, os campos-santos da cidade abrirão, em regime excepcional, neste fim de semana do Dia das Mães, entre as 6h e 20h, seguindo todos os critérios de segurança sanitária contra a proliferação do novo coronavírus.

Integração

A prefeitura montou toda uma logística para atender a população nesses três dias. O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) colocou 250 agentes de trânsito para monitorar a circulação de veículos, no entorno dos principais cemitérios da cidade.

A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) foi uma das pastas parceiras, oferecendo uma ambientação musical nas áreas internas de seis cemitérios da cidade, proporcionando um maior acolhimento às famílias.

A Casa Militar, as secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf), de Saúde (Semsa), e de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), além do Fundo Manaus Solidária, também estão envolvidos na ação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *