Escola SESI de Iranduba volta ao ensino híbrido

Os alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental da Escola SESI David Nóvoa Alvarez têm hoje, 7, o primeiro dia de aulas presenciais. A escola localizada em Iranduba (município a 38,8 quilômetros de distância de Manaus) recomeça pelo segundo ano o desafio do ensino híbrido, em período de pandemia da covid-19.

“Neste primeiro momento vamos reforçar a sensibilização com os alunos, explicando a importância dos cuidados que devemos ter no retorno ao ambiente escolar, respeitando as demarcações de distanciamento e com o uso constante de máscaras e álcool em gel e higienização das mãos”, disse a gerente da escola, Viviane Barroso.

Na nova realidade escolar, os alunos vão à Escola SESI em apenas dois dias da semana, divididos em dois grupos. O primeiro, nas segundas e quartas, e o segundo, nas terças e quintas. A sexta-feira fica reservada a todos para as aulas via plataformas digitais, com encontros ao vivo pelo ambiente virtual de aprendizagem on-line Plurall, disponível no Portal SESI de Educação, e com a ferramenta Google Meet e Office 365.

Os alunos receberam e já estreiam os novos livros autorais da Rede SESI de Educação no Amazonas. Os educadores do SESI, com o novo material didático, estão aptos a preparar os alunos para os desafios tecnológicos e as profissões do futuro, baseados nos preceitos STEAM, acrônimo em inglês usado para referir-se às áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharia, Matemática e Artes, nas metodologias ativas e no protagonismo dos professores e alunos.

A nova matriz curricular do SESI inclui atividades em programas de computador (uso do Minecraft e de I.A), noções de programação por meio do kit de Robótica, com objetivo de prover o aluno para um futuro cada vez mais tecnológico e voltado para a resolução de problemas. 

“Os alunos já utilizam os novos livros no ensino remoto em casa. Trata-se do novo Sistema Estruturado de Ensino (SEE) alinhado com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com novas matrizes curriculares e material didático totalmente reformulado”, explicou Viviane Barroso.

Retorno organizado das aulas presenciais

Para o retorno presencial das atividades com segurança máxima, a Escola SESI de Iranduba atende todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Protocolo de segurança da Rede SESI de Ensino. Desde a fase limitada ao ensino a distância, os professores vêm educando, com auxílio de vídeos e desenhos, sobre o “novo normal”, explicando a importância do uso da máscara, distanciamento e rotina de estudos em sala de aula. A ideia, segundo a pedagoga, é formar a consciência sobre a gravidade da doença e necessidade de seguir os cuidados na escola e em casa. “É importante esse retorno híbrido também para o desenvolvimento da socialização das crianças, como forma de bem desenvolver suas habilidades e competências com a troca de experiências e contato com os colegas e professores”, ressaltou Barroso.

Com limitação de circulação e distanciamento pelo local, adesivagem ao longo dos corredores de entrada e dentro da escola, além dos totens de álcool em gel 70%, a Escola SESI de Iranduba também está realizando a aferição de temperatura na entrada e com tapetes de higienização para os calçados, tanto para uso dos colaboradores quanto os alunos devem seguir medidas de segurança implementadas pelo protocolo de Segurança das Escolas SESI Amazonas contra a covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *