banner

Prefeito David Almeida assina ordem de serviço para alargamento e implantação de passarela na avenida Efigênio Salles

O prefeito de Manaus, David Almeida, assinou, na manhã desta quinta-feira, 1°/12, em parceria com o governo do Amazonas, a Ordem de Serviço (OS) para o início das obras de alargamento da avenida Efigênio Salles e a implantação de uma passarela em frente ao Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM). Com estimativa de conclusão de dez meses, a obra está orçada em R$ 9 milhões, sendo R$ 350 mil dos cofres municipais.

“Vamos fazer o alargamento da via. Então, são 1.100 metros de uma nova via, que vai do viaduto Ayrton Senna à entrada da avenida Via Láctea, na Morada do Sol. Isso vai dar mais fluidez ao trânsito da Efigênio Salles. Além disso, faremos as retiradas do semáforo e da passagem de pedestre, que causam congestionamentos. Esse ponto é um dos 34 pontos de gargalo no trânsito de Manaus e já iremos resolver esse problema”, enfatizou Almeida.

Com a ação, a trafegabilidade da via vai melhorar consideravelmente. De acordo estudos do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), será possível aumentar o fluxo no local em aproximadamente 1,5 mil veículos por hora.

Já a passarela tem o objetivo de diminuir o congestionamento no trânsito em frente ao TCE, que sofre com constantes interrupções devido ao semáforo e uma faixa de pedestres, atualmente, a única forma possível de realizar a travessia na via.

Titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Renato Júnior, fez questão de explicar que o valor orçado para a obra inclui as desapropriações que serão necessárias realizar, a construção da passarela e a ampliação da via. Esse serviço será peça-chave no processo de modernização da infraestrutura viária de Manaus, planejado pela atual gestão municipal.

“O trânsito na Efigênio Salles é muito intenso. Isso é de conhecimento de todos os moradores. Com a implantação dessa passarela, que será referência para a cidade, e a ampliação da via, vamos tornar mais confortável a trafegabilidade da população. Aqui, será implantada uma nova infraestrutura viária devido à alta rotação de veículos pesados. Vamos resolver esse gargalo e criar um novo corredor viário para Manaus”, afirmou Renato.

Diretor-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), Érico Desterro salientou que essa reforma é uma demanda antiga e que os antigos gestores municipais prometeram, mas não fizeram o alargamento da via e a implantação da passarela. Além disso, ele anunciou o interesse em administrar a obra, garantindo a conservação e o bom funcionamento para a população.

“Quero agradecer ao prefeito David Almeida e a todos os servidores da prefeitura que se empenharam para realizar esse projeto tão importante para a nossa cidade. Muitos prefeitos passaram pela cidade e prometeram resolver esse problema viário, mas ninguém cumpriu a promessa. Com o prefeito David Almeida foi diferente. É uma obra para toda a cidade de Manaus. E não queremos apenas receber essa passarela, mas também ajudar a cuidar. Vamos ainda definir uma maneira em que possamos firmar uma parceria com a Prefeitura de Manaus para manter a passarela limpa, conservada e funcionando para toda a população”, concluiu.

Texto: Thiago Fernando/Semcom
Fotos: Dhyeizo Lemos/Semcom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *