Após 30 anos de abandono Feira da Japiinlândia será reformada pela prefeitura de Manaus e o governo do Amazonas

Sem passar por uma reforma há mais de 30 anos, a feira municipal da Japiinlândia, localizada no bairro Japiim, na zona Sul, será totalmente reformada pela Prefeitura de Manaus, em parceria com o governo do Amazonas. A ordem de serviço foi assinada nesta segunda-feira, 20/6, pelo prefeito David Almeida e pelo governador Wilson Lima. Ao todo, 35 feiras e mercados serão reformados por meio de convênio firmado com o governo do Estado em dezembro do ano passado, que destinou aproximadamente R$ 25B milhões para a execução da obra.

“Das 43 estruturas de feiras e mercados da prefeitura, nós estamos reformando 35, em quase dois anos de gestão, nós já estamos refazendo a história dos mercados e feiras de Manaus, e nessa parceria com o governo estadual, nosso objetivo é reformar todas as feiras da nossa cidade. Já se passaram décadas, e por anos, essas estruturas foram esquecidas. Essa reforma significa mais qualidade e melhores condições de trabalho para a população da cidade de Manaus”, destaca o prefeito.

Localizada na rua Portugal, no bairro Japiim, a feira possui 2.511 metros quadrados de área construída, gerando quase 290 empregos diretos e mais de 8 mil indiretos. Serão investidos mais de R$ 680 mil, oriundos do convênio, contemplando, a execução dos serviços de reforma geral na cobertura, nas instalações elétricas, além de pintura interna e externa.

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), Wanderson Costa, a reforma da feira será feita por etapas.

“Os permissionários não vão parar de trabalhar. Vamos fazer a obra por partes e ir alocando os feirantes conforme os espaços forem ficando prontos. Mas eles vão continuar com a renda deles diária, garantida”, assegura o secretário.

De acordo com o governador Wilson Lima, a reforma da estrutura vai garantir a recuperação econômica do Estado, visto que o setor foi um dos mais afetados durante a pandemia de Covid-19.

“Essa parceria que fizemos com a prefeitura é histórica, a maior de todos os tempos. Isso é importante, porque a pandemia trouxe muita dificuldade, muita gente perdeu emprego, muita gente perdeu sua única fonte de renda, com essa reforma, essa feira vai se tornar muito mais agradável, e mais pessoas vão querer vir a essa feira, com isso, será possível movimentar a economia e oferecer respeito e dignidade para quem acorda de madrugada para trabalhar”, observa Wilson.

Texto: Beathriz Torres / Semcom

Fotos: João Viana / Semcom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *