Quando Bolsonaro era deputado o aumento do combustível era culpa do presidente, agora como presidente joga responsabilidade aos Governadores

Em final de carreira e gozando dos últimos meses em uma trágica gestão no assento presidencial, Bolsonaro apareceu em suas redes sociais (cercadinho), tentando transferir a culpa do aumento do combustível para todos os Governadores do Brasil. Puro desespero e despreparo!

Quando Bolsonaro era deputado federal, cansou de atrair os holofotes para afirmar que o aumento do combustível era culpa do presidente, agora, já como presidente da República, ele joga a responsabilidade aos Governadores dos Estados.

Os brasileiros têm sentido no bolso os sucessivos aumentos do preço da gasolina, do diesel e do gás de cozinha.

A Petrobrás, mesmo sendo de economia mista, ou seja, tendo ações na bolsa de valores, tem como maior acionista o governo federal. A política de preço adotada pela empresa, o PPI, é uma decisão da atual gestão da empresa e o presidente da república poderia solicitar a alteração. 

Resumindo, a Petrobrás é uma empresa estatal, a população brasileira é a acionista prioritária. O preço dos combustíveis hoje é uma decisão do presidente da República. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *