I Congresso Nacional de Leptospirose na Amazônia debaterá as leptospiroses humana, ambiental e animal

O Instituto de Pesquisa Leônidas e Maria Deane – ILMD/Fiocruz Amazônia realiza nos dias 14, 15 e 16 de dezembro, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), o I Congresso Nacional de Leptospirose na Amazônia – One Health.

O evento, em formato online, será gratuito e reunirá pesquisadores, representantes do Ministério da Saúde e de secretarias municipais de Saúde que irão debater e propor estratégias voltadas para a prevenção, o diagnóstico e o atendimento de pessoas acometidas por leptospirose.

A leptospirose é uma doença infecciosa febril aguda que resulta da exposição direta ou indireta a urina de animais (principalmente ratos) infectados pela bactéria Leptospira. Um dos principais meios para a propagação da doença são as enchentes, poças, solos úmidos e as más condições de higiene.

A urina dos animais infectados pode facilmente ser espalhada e a bactéria infectar a pessoa por meio das mucosas ou feridas na pele, provocando sintomas como febre, calafrios, olhos avermelhados, dor de cabeça e náuseas.

E, apesar da maioria dos casos provocar sintomas leves, algumas pessoas podem evoluir com graves complicações, como hemorragias, insuficiência renal ou meningite.

Às vésperas do período, tradicionalmente, chuvoso e de cheias no Amazonas, o I Congresso Nacional de Leptospirose na Amazônia – One Health tem como proposta fazer uma análise dos cenários local e nacional, bem como propor o encaminhamento de medidas com vistas a minimizar os impactos da doença sobre a vida da população.

Conforme a organizadora do congresso, a pesquisadora Luciete Almeida, a proposta é reunir a comunidade acadêmica, instituições de pesquisa, secretarias de Saúde, farmacêuticos, biólogos, vigilância sanitária e pessoas de áreas afins para trocar e reunir informações acerca do tema.

“Faremos uso de trabalhos científicos, mesas redondas, relatos de experiências e conferências para subsidiar desenhos estratégicos que tenham como enfoques as leptospiroses humana, ambiental e animal. Com a discussão de estratégias voltadas para a prevenção, o diagnóstico e o atendimento aos doentes, que poderão se tornar futuras ações e projetos locais e regionais”, afirmou Luciete Almeida.

O I Congresso Nacional de Leptospirose na Amazônia propõe ainda a formação de parcerias entre pesquisadores e profissionais de saúde com vistas a fortalecer o sistema de vigilância epidemiológica da doença, a nível local, estadual e regional, através do intercâmbio de informações entre instituições de pesquisa, secretarias de saúde e órgãos ambientais.

As inscrições para o I Congresso Nacional de Leptospirose na Amazônia podem ser feitas pelo site clamazonia.com.br.

Confira a programação

_Dia 14_
• Mesa de abertura do I Congresso Nacional de Leptospirose na Amazônia – One Health com representantes da Fiocruz Amazônia e autoridades, das 8h até às 10h (horário de Brasília).
• Palestra “Diagnóstico da leptospirose animal”, com a Dra. Camila Hamond, das 10h15 até às 11h.
• Intervalo para o almoço.
• Palestra “Prevalência da Leptospirose no Amazonas”, com a Dra Kátia Lima, das 13h às 13h45.
• Palestra “Pesquisa de reservatórios de Leptospira na fauna silvestre”, com o Dr Felipe Fornazari, das 13h45 até às 14h30.
• Intervalo de 15 minutos.
• Palestra “Pesquisa de reservatórios de Leptospira na fauna silvestre”, com a Dr. Carolina Lessa Aquino, das 14h45 até às 15h30.

_Dia 15_

• Palestra “Epidemiologia da leptospirose urbana”, com o Dr. Federico Costa, das 8h às 8h45.
• Palestra “Interação patógeno-hospedeiro e candidatos vacinais”, com a Dra. Ana Lúcia Tabet do Nascimento, das 9h45 às 10h30.
• Palestra “Ciência e gestão pública: uma parceria para o enfrentamento dos problemas socioambientais nas cidades”, com o Dr. Ensenhower Pereira Campos, das 9h45 até às 10h30.
• Palestra “Desafio da leptospirose no contexto da saúde única”, com a Dra. Carla Cristina Guimaraes de Moraes, das 10h30 até às 11h15.
• Intervalo para o almoço.
• Palestra “Teste rápido de Leptospirose”, com Mitermayer Galvão dos Reis, das 13h às 13h45.
• Palestra “Legislações do saneamento e áreas vulneráveis à Leptospirose”, com a Dra. Adriana Sotero Martins, das 13h45 até às 14h30.
• Palestra “Leptospirose em animais silvestres”, com a Dra. Katarine de Souza Rocha, das 14h30 até às 15h15.
• Palestra “Parasitose intestinal em escolares de área urbana e rural do Amazonas”, com a Dra. Sônia de Oliveira.

_Dia 16_
• Palestra “Caracterização de proteases secretadas por leptospiras; possíveis fatores de virulência”, com a Dra. Ângela Silva Barbosa, das 8h até às 8h45.
• Palestra “Laboratório de Referência Nacional no contexto do diagnóstico da Leptospirose”, com a Dra Ilana Teruszkin Balassiano, das 8h45 até 9h30.
• Palestra “Leptospirose uma retrospectiva de 10 anos”, com a Dra. Ormesinda Celeste, das 9h45 até às 10h30.
• Palestra “Atualizações sobre leptospirose em pequenos ruminantes e suínos em condições semiárida”, com o Dr. Sergio Santos de Azevedo, das 10h30 até às 11h15.
• Intervalo para o almoço.
• Palestra “A importância do sequenciamento de genoma para a epidemiologia da leptospirose no contexto de saúde única”, com doutorando Lucas Nogueira Paz, das 13h às 13h45.
• Palestra “Perfil epidemiológico e o impacto do gradiente social da infecção por Leptospirose em humanos no município de Manaus, Amazonas”, com a médica veterinária Fernanda Martins Corrêa, das, das 13h45 até às 15h05.
• Palestra “Fragilidades no saneamento básico e o impacto na saúde pública em Manaus”, com a mestra Cláudia Nayara da Silva Alves, das 14h05 até às 14h25.
• Palestra “Estudo Soroepidemiologico de Leptospirose em Profissionais de Limpeza Urbana do Município de Manaus”, com a mestranda Jéssica Daniella Brandão, das 14h25 até às 14h45.
• Palestra “Saneamento Ambiental Inadequado em Áreas Indígenas do Amazonas como Fator de Risco para Leptospirose”, com Raquel Macedo dos Santos, das 14h45 até às 15h05.
• Palestra “Leptospirose, o perigo desconhecido pelos profissionais responsáveis pela limpeza pública no município de Manaus/AM”, com Vitória Graziela Lopes Dutra, das 15h05 até às 15h20.
• Encerramento do I Congresso Nacional de Leptospirose na Amazônia – One Health das 15h20 até às 16h.

Fonte: Instituto de Consultoria em Ensino e Pesquisa do Amazonas (ICEPAM)

Fotos: Divulgação / Ilustração Marcus Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *