CPI da Covid deve ir aproximadamente até 22 de setembro, diz Omar Aziz a jornal

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), prevê que a comissão de inquérito deve durar ainda aproximadamente 33 dias. Em entrevista ao jornal “Valor Econômico”, Aziz afirmou ainda que os parlamentares estão analisando a possibilidade jurídica de, em vez de apenas recomendar o indiciamento de investigados ao Ministério Público Federal (MPF), a CPI encaminhar uma notícia-crime diretamente ao Supremo Tribunal Federal (STF).

“Acho que no dia 20, 22 de setembro dá para concluir os trabalhos”, disse o senador ao Valor. Ele afirmou que ainda tem 10 ou 11 pessoas para serem ouvidas, ligadas ao caso dos hospitais federais no Rio de Janeiro, à Precisa Medicamentos, ao FIB Bank e a VTC Log.

Em relação ao prosseguimento das investigações sobre integrantes do governo após o fim da CPI, Omar Aziz afirmou que um senador já sugeriu que seja feita uma notícia-crime direto no Supremo Tribunal Federal. Ele porém não deu mais detalhes: “Não posso aqui antecipar. É o que está sendo discutido e eu ouço só”, disse.

Integrante mais velho da comissão, Aziz foi eleito o presidente da CPI que começou no dia 27 de abril. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do requerimento para a criação da CPI da Covid foi designado como vice-presidente e Renan Calheiros (MDB-AL) ficou com a relatoria.

A CPI foi instalada após decisão concedida pelo STF sobre um mandado de segurança de autoria dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO). Com a liminar, o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG) oficialização a criação da comissão de inquérito.

Fonte: Extra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *