Governador Wilson Lima diz que Eduardo Braga quer usar CPI para antecipar eleições 2022

O governador Wilson Lima (PSC) disse ontem, em sua live semanal, que o senador Eduardo Braga (MDB) quer usar a CPI da Covid, da qual é titular, para antecipar o processo eleitoral de 2022.

Ele fez isso sem citar diretamente o nome do senador.

“Tem gente que quer que eu vá para a CPI para me atacar. Imagina: eu chegar lá, um cara que é investigado pela Lava Jato, foi deletado pela JBS, que tem tantos outros processos, para me atacar?”, disse.

Além disso, Wilson indagou a contribuição de Braga no enfrentamento à pandemia no Amazonas.

“Qual foi a contribuição dessa pessoa, que esse senador deu para salvar vidas aqui no Estado do Amazonas?”.

Quando falou de Braga, o governador se referia à convocação para prestar depoimento na CPI.

“Há uma ação dos governadores (convocados pela comissão) no Supremo Tribunal Federal, que ainda há de ser decidida, sobre a legalidade que tem a CPI de convocar governador, levando em consideração o princípio independência dos poderes”, argumentou.

Antecipação de 2022

Foi a primeira vez que o governador reagiu ao senador Eduardo Braga, que tem focado sua atuação na CPI em críticas ao atual governo.

Num dos ataques a Wilson, Braga até se colocou como opção.

Operação sangria

Acerca da Operação Sangria, da qual foi alvo esta semana, o governador disse estar tranquilo.

“Não há nenhuma prova contra mim, de que eu cometi ato de ilegalidade, não há nenhuma prova contra mim de que eu tive algum tipo de benefício. Acredito no trabalho da Justiça e que ao término do processo a verdade irá prevalecer”, disse, colocando-se à disposição da Justiça.

Fonte: BNC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *