Professor Samuel realiza Tribuna Popular sobre a Valorização da Vida destacando importância dos profissionais de saúde

O vereador Professor Samuel (PL) realizou na manhã desta quarta-feira (26/5), no plenário Adriano Jorge na Câmara Municipal de Manaus (CMM), uma Tribuna Popular sobre a Valorização da Vida Humana relacionada a Lei Municipal 2.089 de sua autoria.
No Brasil mais de 15 milhões de pessoas já foram contaminadas com o covid19 e mais de 14 milhões recuperadas, para o parlamentar os profissionais da saúde foram essenciais no combate ao coronavírus e destacou como essenciais na valorização da vida. “Dentro do contexto do valor da vida, quero registrar minha gratidão, respeito e admiração pela ação heroica de todos os profissionais da saúde que estiveram na frente ao combate da pandemia causada pelo vírus Covid-19 perderam e salvaram vidas. Suas ações foram heroicas, sem praticamente nenhum protocolo para o atendimento, não hesitaram em salvar vidas”, ressaltou.

Participaram da solenidade a Gerente de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde, representando a secretária da Semsa, Dra Efthimia Simões Haido e a Médica Endocrinologia e Metabologia do Hospital Adventista de Manaus e Dra Ellen Agapito dos Reis Santos Ferreira.

A Dra Efthimia Simões parabenizou a iniciativa do Professor Samuel e destacou os serviços ofertados pelos Centros de Atenção Psicossociais (Caps), que contam com psiquiatras, assistentes sociais, psicólogos, terapeutas, entre outros, dando atenção psicológicas a pessoas com sofrimento psíquico grave e persistente ou decorrente do uso abusivo álcool ou outras drogas.

“Estou à frente da gerencia da atenção psicossocial a mais de 9 anos e fico muito feliz por estar aqui fazendo parte desta discussão acerca da valorização da vida, nossa demanda hoje é muito alta, todos conhecemos alguém que perdeu um ente querido e ainda estamos vivendo um período pandêmico e sabemos que em decorrência disso a tendencia é aumentar a procura do nosso serviço

Efthimia Simões ainda ressaltou dados do Ministério da Saúde apontam que 1,3 morte por dia, ou seja, uma a cada 19 horas de profissionais da saúde. “Nós que somos profissionais da saúde temos trabalhado muitas vezes 24h por dia, na semsa perdemos mais de 70 profissionais da saúde. Precisamos ter um olhar mais apurado, muitos profissionais estão cansados, adoecidos, sofrendo com perdas de familiares, amigos, pacientes.

A Dra Ellen Agapito enfatizou em seu pronunciamento a luta dos profissionais que não eram de urgência e emergência, mas se dedicaram na linha de frente do combate ao vírus. “Sou endocrinologista por formação, jamais pensei que iria presenciar o que passei nos últimos tempos, coisas que muitas vezes só vemos através de filmes, em situações de guerra ou em desastres naturais. Durante os picos da pandemia fomos para linha de frente, tentar se familiarizar com a covid, algo totalmente novo para todos, jogando um jogo no qual as regras eram mudadas a todo momento e sentindo que perdíamos de goleada”.

O propositor da tribuna finalizou dizendo que além das discussões a cerca da valorização da vida é preciso que haja ações. “Enquanto o mundo enfrenta ainda a pandemia de covid-19, o valor dos profissionais da saúde, ficou ainda mais explícito e inquestionável. Mas não somente eles como toda sociedade sangra com tantas perdas, nesta linha, ressalto a emenda de 309 mil destinada ao Fundo Municipal de Saúde, a nossa indicação para o aumento de psicólogos na plataforma digital, a indicação para incluir os professores como prioritários para vacinação e a indicação para criação de um monumento em memória do ato heroico dos profissionais de saúde e em homenagem póstuma as vítimas da covid”, declarou vereador.

Com informações da Assessoria de comunicação do vereador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *