Prefeitura de Manaus lança plataforma educacional para atender mais de 80 mil alunos da rede municipal

Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Manaus (Semed), lança na próxima terça-feira, 23/3, a plataforma educacional “Super Ensino”, que vai atender mais de 80 mil alunos, do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, de aproximadamente 300 escolas municipais.

A “Super Ensino” é uma plataforma de reforço escolar e preparatório para o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) do governo federal, que avalia a educação básica brasileira. A plataforma oferece conteúdos educativos, de acordo com o currículo pedagógico da Semed e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A plataforma, que até 2020 atendia em torno de 23 mil alunos da rede municipal, vai ajudar a reduzir o déficit na educação, devido a pandemia do novo coronavírus.

“Essa é uma plataforma inteligente, que vai atender mais de 80 mil alunos em mais de 300 escolas, assim como os pais, responsáveis, professores, gestores e toda comunidade escolar. Portanto, é necessário que essa ferramenta seja utilizada, porque vai ajudar a diminuir o déficit na educação que tivemos em 2020, devido à pandemia, e que ainda vivemos”, comentou o secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino.

Toda semana os alunos terão conteúdos inéditos nas disciplinas de língua portuguesa, matemática, ciências, história, geografia e inglês na plataforma, com atividades em vídeoaula com animações gráficas de até 5 minutos, onde o aluno terá exercícios para responder, além de lives no canal do YouTube, com desafios que incentivam o aluno a praticar tudo o que aprendeu durante a semana.

De acordo com o diretor operacional da plataforma, Roberto Valiante, o aplicativo pode ser baixado em qualquer aparelho que possua sistema operacional Android ou iOS e no computador pelo site www.aluno.superensino.com.br

“O aluno pode utilizar de várias formas a plataforma, mas aquele estudante que tem dificuldade com internet pode acessar o aplicativo e baixar as atividades em PDF e estudar todos os conteúdos que estão disponíveis na plataforma de forma off-line”, informou Valiante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *