Em reunião com cúpula da PMAM, Wilson Lima destaca que concurso público vai corrigir déficit antigo da tropa

Em reunião com o alto comando da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), o governador Wilson Lima destacou que o concurso público com 1.350 vagas para ingresso no quadro de servidores da corporação vai corrigir um déficit histórico. As inscrições para o certame se encerraram ontem (04/01).

No mesmo prazo também se encerraram as inscrições para o Corpo de Bombeiros, certame que vai ofertar 453 vagas. Em até três dias, a Fundação Getulio Vargas (FGV), banca organizadora dos concursos, irá divulgar o total de inscritos. O Estado também vai realizar concurso para a Polícia Civil (PC-AM), Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-AM) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM).

O encontro entre o governador e coronéis da corporação ocorreu no Comando Geral da PMAM, zona sul de Manaus. “Há mais de dez anos que não tinha um concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Temos um déficit histórico a ser corrigido”, disse o governador.

O governador foi recebido pelo comandante-geral da PM, coronel Vinícius Almeida; pelo subcomandante-geral, coronel Algenor Maria da Costa Teixeira Filho; pelo chefe do Estado Maior, coronel Eyderson Prado da Fonseca; e outros oficiais.

Wilson Lima também destacou as conquistas concedidas à corporação neste ano. “Nós chamamos policiais do cadastro reserva, que já foram formados e já foram entregues para a sociedade. Aprovamos a nossa Lei de Curso na Assembleia Legislativa, um pleito antigo da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Transformamos a GTE (Gratificação por Tempo Extra) em SEG (Serviço Extra Gratificado) aumentando a possibilidade do policial receber de R$ 900 para R$ 1,9 mil por mês”, pontuou o governador.

Wilson Lima disse ainda que quartéis da Polícia Militar serão reformados neste ano, e citou que a construção do quartel das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), já foram iniciadas, um sonho antigo da tropa.

Provas

Dentre as vagas do concurso da PM, mil são para aluno soldado (nível médio), 320 vagas para aluno oficial (nível superior) e 30 vagas para aluno oficial de saúde (nível superior). A realização da prova objetiva para o nível médio, contendo 60 questões, está prevista para o dia 6 de fevereiro de 2022, das 8h às 11h30, em Manaus e nos municípios de Coari, Eirunepé, Humaitá, Itacoatiara, Parintins, Tabatinga e Tefé.

A prova objetiva para o nível superior, contendo 80 questões, está prevista para ser aplicada no mesmo dia, das 15h às 19h30, nas mesmas cidades.

Fotos: Diego Peres/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *