TRIBUNAL DE CONTAS DO AMAZONAS FAZ HISTÓRIA E CONQUISTA 12 MEDALHAS EM OLIMPÍADA DOS TRIBUNAIS DE CONTAS

A um ano de sediar as Olimpíadas dos Tribunais de Contas do Brasil (OTC) em Manaus, a delegação amazonense fez história na cidade de Gramado, na Serra Gaúcha, ao alcançar a sétima colocação geral na 8ª Olimpíada dos Tribunais de Contas do Mercosul. A equipe amazonense alcançou a marca de 12 medalhas, com destaque para as equipes masculina e feminina de futsal, além da corrida e do xadrez, que alcançaram a medalha de ouro.

O bicampeonato para a equipe amazonense de futsal masculino veio de forma invicta, com uma trajetória de quatro vitórias e um empate. A medalha de ouro foi alcançada após uma disputada final contra a equipe do Tribunal de Contas de Roraima (TCE-RO), onde a equipe amazonense abriu o placar logo no início da partida com o servidor-atleta Alessandro Bezerra e segurou o resultado até o apito final, superando as investidas do time adversário.

Antes do jogo final, a equipe havia enfrentado os donos da casa e terminado com um empate em zero a zero. Nas quartas de final a equipe amazonense goleou o Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE-RJ), com dois gols de Alessandro Bezerra, um gol de Vinicius e outro de Darlison. Na disputa semifinal, que garantiu a classificação para a partida final, uma vitória de 4 a 2 sobre os atuais campeões brasileiros de 2017, Tribunal de Contas de São Paulo (TCE-SP), com gols de Rodrigo, Igor e dois de Vinícius.

Retorno dourado para meninas do Futebol

 Após terem ficado de fora das últimas competições nacionais e internacionais, a equipe feminina de futsal da Corte de Contas amazonense retornou em grande estilo após sair atrás no placar contra a equipe do TCE-SP e conseguir virar o jogo para 2 a 1, com gols de Paula Almes e Nataly David.

O resultado garantiu a medalha de ouro para a equipe que obteve 100% de aproveitamento nas cinco partidas disputadas no torneio. Já nas quartas de final o time havia superado as atuais campeãs brasileiras, Tribunal de Contas do Distrito Federal (TC-DF), por 2 a 0. Na partida semifinal, uma goleada de 4 a 0 sobre a equipe maranhense (TCE-MA) garantiu a participação na grande final.

A outra medalha de ouro do Tribunal de Contas do Amazonas na competição veio após vitória da dupla Paula e Luciane nas disputas de Boliche. O servidor-atleta Lourival já havia garantido a primeira medalha de ouro do TCE-AM na última quarta-feira (31), com a vitória na categoria Best Sênior da corrida de rua. 

Medalhas de prata

A delegação amazonense também conseguiu a marca de três medalhas de prata após as segundas colocações noxadrez, com o atleta-servidor Hugo Araújo, na nataçãocrawl categoria Livre, com o atleta-servidor Douglas Monteiro e no voleibol de Quadra Masculino.

Medalhas de bronze

A equipe amazonense de voleibol feminino garantiu a medalha de bronze na competição após perder em uma disputada semifinal contra a equipe que viria a ser a campeã do torneio, Tribunal de Contas da União (TCU).

O futebol society senior masculino também alcançou a terceira colocação no torneio e garantiu medalha ao TCE-AM, assim como a dupla Edisley e Rayglon, no volei depraia livre, além de mais uma medalha para o servidor-atleta Douglas Monteiro, desta vez na Natação Borboleta categoria Livre. A servidora-atleta Fabiana Cruz já havia conquistado a medalha de bronze após a terceira posição na Corrida, categoria Livre, no último dia 31 (quarta-feira).

Preparação para OTC 2019 em Manaus

Já na cerimônia de premiação, o delegado oficial daequipe amazonense, servidor-atleta Vinicius Dantas foi anunciado como novo membro da diretoria da Associação Nacional Olímpica, Recreativa, Cultural e Social dos Servidores dos Tribunais de Contas do Brasil (Anostc), organizadora dos jogos, como forma de transição para a realização em 2019 da Olimpíada dos Tribunais de Contas do Brasil (OTC), que será sediada em Manaus.

Ao agradecer pela homenagem, o servidor falou sobre a expectativa dos jogos. “É algo gratificante e que mostra a responsabilidade que o TCE-AM tem de realizar um trabalho tão bom quanto os jogos no Rio Grande do Sul. As expectativas são as melhores e todos os participantes serão muito bem vindos ao Amazonas”, pontuou.

A expectativa é que os jogos no Amazonas atraiam, ao menos, duas mil pessoas e movimente o comércio e a rede hoteleira.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *