Blog do Marcell Mota

FIEAM INICIA SEGUNDA ETAPA DO PROGRAMA DE CONSULTORIA EMPRESARIAL GRATUITA

 

           As empresas que foram selecionadas para participar do programa “Rota Global” agora participam da segunda fase do projeto. O programa oferece consultoria gratuita para a atuação no mercado internacional, resultado de uma parceria entre a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

            O Centro Internacional de Negócios do Amazonas (CIN-AM) é quem coordena o programa no Estado e já prepara as 17 Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) selecionadas para iniciarem a segunda etapa do Rota Global: a consultoria assistida e individualizada aos empresários, onde especialistas identificam o estágio em que a empresa se encontra dentro do processo de internacionalização e os gargalos a serem superados.

            Conforme o gerente do CIN-AM, Marcelo Lima, duas empresas já iniciaram esta segunda etapa e até março de 2018 todas já terão passado pela consultoria. “Ao total, selecionamos 17 empresas e nossa expectativa é que todas tenham sucesso no mercado internacional. O CIN já recebeu todas as orientações e estamos capacitados para preparar os empresários”, destaca.

            Terceira fase

            A terceira fase do programa é a elaboração do Plano de Ação para Internacionalização. A empresa recebe a Rota Global personalizada, com sugestões de passos para realizar seus objetivos e alcançar o mercado internacional. Marcelo diz que este passo será iniciado a partir de abril de 2018 e até lá as empresas estarão capacitadas para enfrentar o mercado estrangeiro.

            “O plano de ação é o que vai nortear a direção da empresa, vamos propor cursos de planejamento estratégico para todo o grupo, além de outras capacitações. Tudo isso faz parte da metodologia do programa Rota Global”, afirma o gerente do CIN-AM.

            O Projeto

            Presente em quase todas as federações estaduais de indústrias, o projeto “Rota Global” está sendo financiado pelo programa AL-Invest, no valor de R$ 1,2 milhão. O AL-Invest é um programa da Comissão Europeia de fomento à competitividade de micro, pequenas e médias empresas da América Latina. A meta da primeira etapa é avaliar a capacidade de atuação internacional de pelo menos 500 indústrias no Brasil. Todos os inscritos receberão um relatório que identifica pontos fortes e desafios para a inserção internacional.

Negócios de todos os setores da indústria podem receber atendimento, com prioridade para MPMEs (empresas com renda anual até R$ 35 milhões). O serviço oferecido apoiará todo o processo de internacionalização e prevê acompanhamento regular das ações para garantir resultados e indicar correções de rota, caso necessário.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *