ÀS VÉSPERAS DO PRAZO FINAL PARA AS CONVENÇÕES DE GOVERNADOR DO AMAZONAS, ARTHUR PODERÁ APOIAR AMAZONINO MENDES, AO LADO DO SENADOR OMAR AZIZ

Em meio ao feriado de Corpus Christi, que celebra o mistério da Eucaristia, no Corpo de Cristo, a política traz revelações, em torno das eleições para o Governo do Amazonas. Líderes mergulham em reuniões e emergem com resultados surpreendentes, diante do último dia de prazo legal para convenções e a consequente definição de nomes e coligações à corrida eleitoral, esta sexta (16/06). A maior surpresa vem do fim da aliança do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB), com o senador Eduardo Braga (PMDB), e o reatamento do prefeito com o senador Omar Aziz (PSD), em torno do ex-governador e ex-prefeito de Manaus Amazonino Mendes (PDT).

Omar, que articulou desde o início em torno de Amazonino, ainda indica o vice. É o atual secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Rossieli Soares, filiado ao Partido Social Democrático (PSD) e ex-secretário estadual de Educação do Amazonas, no Governo do próprio senador. Nenhum dos envolvidos, porém, deu qualquer declaração oficial até agora, o que deixa espaço para mudanças de última hora.

A briga tem pelo menos oito concorrentes. A maioria marcou convenções para sexta (16/06). Amazonino Mendes (PDT), Eduardo Braga (PMDB), José Ricardo (PT), Luiz Castro (Rede), Marcelo Ramos (PR), Marcelo Serafim (PSB), Silas Câmara (PRB) e Wilker Barreto (PHS) estão no páreo, mas o número ainda pode aumentar ou encolher até o fim do dia limite. A ex-deputada federal e ex-superintendente da Suframa, Rebecca Garcia, que domina o Partido Progressista (PP) no Estado, pode se tornar o nono nome na disputa.

Outro movimento importante no xadrez político foi o do governador David Almeida (PSD), anunciando que não apoiará nenhum nome. Trata-se de uma rebelião dentro do PSD, de Omar, depois que este se recusou a admitir David como candidato ao Governo do Estado, preferindo Amazonino.

O prefeito Arthur Virgílio teria se encontrado ontem (15/06) com Amazonino, na casa deste, no Tarumã, levado por Omar Aziz. A fotografia dos dois apertando as mãos foi publicada em diversos blogs, no Facebook e no Instagram, viralizando quase de imediato. Arthur havia rompido com Omar e foi apoiado por Braga na eleição do ano passado, quando se reelegeu prefeito. Ninguém falou, entretanto, sobre o reatamento ou nova aliança.

FONTE: PORTAL DO MARCOS SANTOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *