PRIMEIRA DAMA DE TONANTINS FRANCE MARIA NASCIMENTO PARTICIPA DE ENCONTRO PARA ESTIMULAR AÇÕES DE COMBATE AO CÂNCER

A Primeira Dama e Secretária de Assistência Social de Tonantins, France Maria Nascimento, está representando o município no 1º Encontro das Primeiras-Damas, para a adesão ao Combate ao Câncer.  O evento é promovido pela Rede Feminina de Combate ao Câncer do Amazonas e está sendo realizado em Manaus, desde as 09:00hs, no auditório da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), localizado na rua Francisco Orellana, Dom Pedro.

Para a Primeira Dama, este diálogo com o grupo é de fundamental importância, pois renova o conhecimento de todas as participantes sobre o assunto.

“Nosso respeito para com este trabalho é total, e a cada dia mais aprendemos lições de abnegação, trabalho, respeito e amor pelo semelhante. A troca de aprendizado que hoje estamos fazendo aqui, levaremos com muito amor para a população de Tonantins”, disse a Primeira Dama.

Provocando o Envolvimento

De acordo com a proposta, o objetivo do encontro é provocar o envolvimento das participantes nos projetos sociais desenvolvidos pela ONG, ao longo dos últimos 47 anos. Essa experiência poderá auxiliá-las na criação de novas políticas públicas municipais e no planejamento das ações de prevenção nas localidades mais afastadas.

No encontro, a Primeira Dama também destacou a importância da atenção à saúde da mulher.

“Saúde não é despesa. Estamos investindo em pessoas, em saúde! Quanto mais precocemente fizermos o diagnóstico, mais chances de cura essas mulheres terão”, comentou France Maria Nascimento.

Sobre a Rede Feminina

A Rede Feminina de Combate ao Câncer do Amazonas (Rfcc-AM) é uma Organização Não Governamental (ONG) que atua no Amazonas há 47 anos (1971/2018) e atende, prioritariamente, pessoas com diagnóstico de neoplasias malignas em tratamento na FCecon. Oficializada pela Srª Carmem Prudente, então presidente da Rede Feminina Nacional, a Rede Feminina no Amazonas teve como primeira presidente, a Srª Marlene Braga de Souza, personalidade atuante nas causas sociais no Amazonas.

A Rfcc adquiriu personalidade jurídica no dia 8 de abril de 1978, como um Departamento da Liga Amazonense Contra o Câncer, mas tornou-se independente em dezembro de 2003. Marlene Braga de Souza ficou à frente da ONG por longos 40 anos (1971/2011) e manteve sua equipe de voluntárias até janeiro de 2011, quando todas decidiram aposentar-se. Hoje, a ONG é vinculada à Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) e é presidida pela enfermeira oncológica Marília Muniz.

Atualmente, a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Amazonas dispõe de 40 voluntárias e desenvolve seis projetos voltados para pacientes em situação de vulnerabilidade social, principalmente, aqueles procedentes dos municípios do interior, de outros Estados e até mesmo países vizinhos.

 

Fontes: smdtump.com / acritica.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *