PREFEITO PARTICIPA DE ENCONTRO NACIONAL DE JOVENS EMPREENDEDORES

 

 

“O futuro de Manaus e do Brasil está no empreendedorismo”. A frase do prefeito Arthur Virgílio Neto marcou, nesta quinta-feira, 24/8, a realização da 82ª Assembleia Geral da Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje), que reúne na capital amazonense representantes de 23 estados até a próxima sexta-feira, 25/8.

 

“O jovem deve ambicionar mais que emprego, deve ambicionar uma empresa e construir uma economia sólida, que possa gerar empregos de qualidade”, destacou o prefeito, que foi ao evento acompanhado de sua esposa, Elisabeth Valeiko.

 

Arthur Neto defendeu, ainda, que o empreendedorismo é uma importante alternativa para momentos crise econômica. “Vejo nesses jovens o nosso futuro. Um futuro honesto, que não deixa de ambicionar o lucro, mas um lucro decente. O lucro deve ser construtivo para a economia brasileira, pois quanto mais a empresa cresce, maior é a contribuição ao estado, o que é melhor para a economia como um todo e melhor para a produção de riquezas para a sociedade”, concluiu.

 

O encontro nacional de jovens empreendedores está sendo realizado no Da Vinci Hotel, zona Centro-Sul, e, entre outras pautas, discute a criação de uma agenda produtiva para os jovens microempresários. A 82ª Assembleia Geral se encerra amanhã, mas a participação dos convidados na capital se estende durante todo o fim de semana, quando eles irão conhecer mais das riquezas naturais de Manaus e de suas potencialidades econômicas.

 

“O Brasil é muito grande e cheio de diversidades culturais. Aqui reunimos jovens muito entusiasmados pelo empreendedorismo e pela vontade de se tornar melhores gestores em uma troca de experiências exitosas nas mais diversas áreas e de diferentes regiões do Brasil”, explicou o presidente da Conaje, Guilherme Gonçalves.

 

De acordo com a secretária municipal de Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad), Ananda Carvalho, que é vice-presidente da Conaje, Manaus tem, cada vez, olhado para o campo do empreendedorismo. “É a iniciativa privada que gera o emprego e, consequentemente, a renda. Por isso é tão importante estimular essa cultura e as políticas públicas voltadas para o empreendedorismo. Temos buscado ‘linkar’ nossas iniciativas com a inciativa privada, desburocratizando as ações e propiciando um melhor ambiente de negócios”, finalizou.

 

O encontro contou também com a colaboração da Associação de Jovens Empresários do Amazonas (AJE-AM), entre outras entidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *