PREFEITO ARTHUR VIRGÍLIO NETO LANÇA PEDRA FUNDAMENTAL DA OBRA DO RESIDENCIAL CIDADÃO MANAUARA 2

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, lançou nesta segunda-feira, 26/3, a Pedra Fundamental da obra do Residencial Manauara 2, localizado no bairro Santa Etelvina, zona Norte. Na etapa A, serão 500 unidades habitacionais, direcionadas a pessoas de baixa renda, pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”. A solenidade contou com a participação do superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Mário Tonon.

 Segundo o prefeito, essa obra é só o começo do ousado plano habitacional da prefeitura, que este ano deve iniciar, ainda, a construção de outras 500 unidades na etapa B do Residencial Manauara 2. “E já iniciamos as tratativas com o Governo Federal para liberação de outras mil unidades habitacionais de interesse social, que farão parte do Manauara 3”, destacou o prefeito. Arthur também citou os mais de R$ 60 milhões já aplicados em contratos assinados pelo Programa Habitacional do Servidor Público Municipal.

 “Tenho muito orgulho em dizer que a nossa gestão é a que mais construiu moradias populares na capital. Sabemos que não conseguiremos sozinhos vencer o déficit habitacional de Manaus, mas estamos fazendo o que está ao nosso alcance para mudar a realidade de quantas famílias forem possíveis. Esse é um sonho da população e também da nossa administração”, reforçou Arthur Neto.

 Com uma área de 25 mil metros quadrados, os apartamentos populares do Residencial Manauara 2 terão 50 metros quadrados, com sala, dois quartos, cozinha e banheiro social. Os recursos são oriundos do Governo Federal, na ordem de R$ 48 milhões, com a contrapartida da Prefeitura de Manaus de R$ 7 milhões, referente ao valor do terreno e renúncia fiscal que o Município concederá à construção das unidades habitacionais.

 “Todas as unidades são destinadas a famílias com renda salarial de até R$ 1,8 mil reais, principalmente aquelas que vivem em área de risco, sobre igarapés ou encostas de barrancos. Estamos trabalhando para reduzir o déficit habitacional da cidade de Manaus e para ajudar aos que mais precisam”, disse o subsecretário municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Subhaf), Arimateia Viana.

 Ao todo, serão três quadras e 25 blocos, portaria, área de recreação, playground, estação de tratamento de água e esgoto, além de estacionamento. A entrega da obra está prevista para o segundo semestre de 2018. “Temos o prazo de entregar o habitacional às famílias contempladas em até 18 meses, mas vamos trabalhar para entregar o quanto antes e realizar o sonho de centenas de pessoas”, afirmou o presidente da RD Engenharia, Romero Reis, empresa vencedora do processo licitatório e responsável pela obra.

 Política habitacional

 Como parte do fortalecimento das políticas públicas voltadas para moradia popular, o prefeito Arthur Virgílio Neto garantiu, para este ano, a construção de 1 mil unidades habitacionais de interesse popular.

 Além das 500 já em construção pela etapa A do Residencial Manauara 2, foi assinado o termo para a doação de um terreno do Município ao Fundo de Arrendamento Residencial para a construção de mais 500 unidades habitacionais na etapa B do mesmo residencial. O prefeito também contribuiu com a construção de 600 moradias do Residencial Orquídeas, pelo programa “Minha Casa, Minha Vida – Entidades”, por meio da isenção das taxas do Tesouro Municipal.

 A etapa B do Manauara 2 será construída em uma área de 52 mil metros quadrados. A obra tem investimento de R$ 41 milhões do Governo Federal e contrapartida de R$ 5,5 milhões da Prefeitura de Manaus, pelo valor do terreno. Cada unidade habitacional terá 42 metros quadrados, com sala, quarto e cozinha e banheiro social. A expectativa é de que, em abril, a prefeitura Caixa Econômica Federal assinem o contrato para mais uma obra de interesse social na capital.

 Outas ações

 Em 2017, o prefeito Arthur Virgílio Neto entregou 784 unidades habitacionais pelo Residencial Cidadão Manauara 1, contemplando famílias com renda mensal de até R$ 1.600, sendo a maioria oriunda de áreas de risco da cidade.

 Em 2014, também foram entregues outros 204 imóveis pelo Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis), no bairro Jorge Teixeira, zona Leste.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *