GOVERNO AMAZONINO MENDES, UMA GESTÃO MARCADA PELA INSEGURANÇA PÚBLICA

O ano de 2018, na gestão do governador tampão Amazonino Mendes (PDT), se iniciou como um dos anos mais complexos para a segurança pública no Amazonas. O absurdo crescimento dos índices de violência, em todos os seus aspectos, consolidou de uma vez por todas a mudança de hábitos do cidadão Amazonense.

A precaução, o aumento dos cuidados básicos com a segurança da vida e de seus bens tornou-se rotina, quando não, o medo, o terror, a fobia diante de dados de mortandade cada dia maiores, instalaram-se de vez no cotidiano dos Amazonenses.

Com o juramento de “amor” e “reconstrução”, Amazonino elegeu-se para este pífio mandato tampão, de que em 12 meses “arrumaria a casa”, e até o momento não se sabe de qual casa ele estaria falando.

O ano se iniciou com a esperança de que uma nova realidade fosse nessa área; Ledo engano. A dura realidade dos índices de violência revelam que não superamos a fase mais aguda do total descontrole dessa fundamental área de atuação.

Resta-nos as perguntas elementares: O que está acontecendo? Aonde está o erro? O que tem levado a tal caótica situação?

A priori, vale ressaltar que qualquer cidadão mediano em nosso Estado sabe que existe uma “guerra” entre grupos de criminosos na capital do Amazonas e também em praticamente todos os municípios do Estado.

Enquanto isso a população do Amazonas vai ficando a cada dia mais refém do crime e presa em suas próprias casas. Lamentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *