ESPECIALISTA LANÇA PESQUISA SOBRE ACIDENTES DE TRABALHO

 

Pelo menos 41% dos acidentes de trabalho poderiam ser evitados se as empresas seguissem os próprios programas de segurança, especialmente com relação às condições de ergonomia. O alerta foi dado nesta quinta-feira (1º), na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), pelo especialista Hudson de Araújo Couto, no lançamento do seu livro “Um Novo Olhar na Prevenção de Acidentes de Trabalho: o Fator Ergonomia”, escrito em coautoria com o filho, Dennis Couto.

Promovido pela empresa Ergo Assessoria e Consultoria em Saúde Ocupacional, sediada em Belo Horizonte (MG), em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI Amazonas), o lançamento atraiu, na grande maioria, colaboradores da área de Recursos Humanos das empresas do Polo Industrial de Manaus, além de fisioterapeutas, e profissionais de saúde e segurança no trabalho.

Médico, com especialização em medicina do trabalho e doutorado em administração, ambos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o professor-doutor Hudson Couto disse que os programas de segurança costumam apresentar 40% de falhas na sua execução e que o motivo das perdas com acidentes costuma passar despercebido para as empresas.

Resultado de sete anos de pesquisa junto a engenheiros, médicos do trabalho e técnicos de segurança de 14 empresas, o livro descreve um total de 262 casos de acidentes, entre 405 pesquisados, com ilustrações que evidenciam a condição de ergonomia que ocasionou o problema. Os autores discorrem ainda sobre 16 categorias de problemas ergonômicos encontrados na pesquisa e destacam as medidas preventivas e de melhoria ergonômica em cada caso.

O livro também apresenta os fatores que mais contribuíram para os acidentes, tais como ferramentas impróprias, layout inadequado, piso “inimigo”, escadas e rampas perigosas. “Ou seja, nas condições detectadas, não se consegue a prevenção simplesmente dizendo ao trabalhador para tomar cuidado. É necessário melhorar as condições de trabalho”, disse o pesquisador.

O professor-doutor Hudson Couto tem publicado seus trabalhos em livro desde 1979, sempre voltados para a área de saúde e segurança no trabalho. São de sua autoria “Stress e Qualidade de Vida do Executivo” (1987), “Qualidade e Excelência no Gerenciamento dos Serviços de Medicina e Segurança do Trabalho” (1994), “Ergonomia Aplicada ao Trabalho” (em dois volumes, 1995 e 1996), “Como Gerenciar a Questão das LER/DORT” (2000).

De acordo com a gerente de Saúde e Segurança no Trabalho, do SESI Amazonas, Nelsi Lunière, a instituição, que apoiou o lançamento do livro em Manaus, está comprometida com a agenda de melhoria do ambiente de trabalho, levando suas equipes de ergonomia para atender às necessidades das empresas, alcançando ganhos positivos em qualidade de vida para os trabalhadores e consequentemente, produtividade elevada para as empresas.

Na área de SST, o SESI oferece os serviços de consultoria em Cipa, assessoria e consultoria em segurança do trabalho, em alimentação e nutrição, ações educativas em ergonomia, avaliação da qualidade do ar, de agentes químicos, físicos e ergonômicos, orientação e avaliação psicossocial, assim como exames específicos.

Para mais informações, entrar em contato com o setor de Relações com o Mercado do SESI pelo número (92) 3186-6621, e-mail[email protected] ou na sede, localizada na Av. Getúlio Vargas, 1116, Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *