Blog do Marcell Mota

DOZE MUNICÍPIOS DO AM DEIXAM ‘SITUAÇÃO DE ATENÇÃO’ POR CHEIA

DOZE MUNICÍPIOS DO AM DEIXAM ‘SITUAÇÃO DE ATENÇÃO’ POR CHEIA, DIZ DEFESA CIVIL

Defesa Civil do Amazonas retirou nesta terça-feira (15) doze municípios das calhas dos rios Purus e Juruá da “situação de atenção” ocasionada pela enchente. As cidades voltam à condição de normalidade, porque os rios dessas regiões apresentam níveis regulares para o período.

“Neste momento, as cidades não correm o risco de enfrentar uma enchente de grande porte. Isso porque segundo dados do Boletim Climático, do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), as calhas apresentam no mês de maio uma redução no padrão das chuvas”, ressaltou o secretário da Defesa Civil do Amazonas, Fernando Pires Júnior.

Ainda de acordo com o Sipam, a região Purus já se aproxima do trimestre menos chuvoso do ano. Nos primeiros sete dias deste mês, foram registrados apenas 17mm (milímetros) de chuvas, o que corresponde a 39% do volume considerado normal. Já no Juruá, choveu 22mm, o que corresponde a 45% do volume estimado para o período.

Saem da “Situação de Atenção” os municípios de Boca do acre, Pauiní, Lábrea, Canutama, Tapauá e Beruri, na calha do Purus. E ainda, Guajará, Ipixuna, Eirunepé, Envira, Itamarati e Carauari, todos da calha do Juruá.

As cidades vinham sendo monitoradas pelo órgão estadual desde o dia 21 de fevereiro, quando entraram em Alerta por conta da subida dos rios.

Balanço da cheia

Situação de emergência:

  1. Apuí (calha do Madeira)
  2. Manicoré (calha do Madeira)
  3. Novo Aripuanã (calha do Madeira)

Estado de alerta:

  1. Humaitá (calha do Madeira)
  2. Borba (calha do Madeira)
  3. Nova Olinda do Norte (calha do Madeira)

Fonte: portal g1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *