DE AUTORIA DO VEREADOR FRED MOTA CÂMARA PRESTA HOMENAGEM AO “JUNHO VERMELHO” QUE INCENTIVA À DOAÇÃO DE SANGUE EM MANAUS

O mês de junho, agora é voltado para uma cor, uma questão, a saúde, ou melhor, a doação de sangue para salvar vidas. De autoria do vereador Fred Mota, a Lei do “Junho Vermelho”, que incentiva à doação de sangue, para suprir os estoques baixos, frequentes neste período na Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam), também chega a Câmara Municipal de Manaus (CMM), por meio de uma solenidade, que também iluminará a fachada do prédio na cor vermelha.

De acordo com o parlamentar, a campanha foi proposta para a conscientização da população a doarem sangue e suprir o baixo estoque ocorrente neste período.

“Quando propus está Lei, minha intenção foi tentar de alguma forma, reverter esse quadro do baixo estoque de sangue, que há muito tempo assolava o Hemoam. Cada doação de sangue, pode salvar a vida de até quatro pessoas, e, é este pensamento que deve ser difundido e divulgado em toda nossa sociedade. Parabéns ao presidente da casa, Wilker Barreto, por trazer essa campanha para a Casa de leis”, disse Fred Mota, mobilizando a população para a doação.

Período do “Junho Vermelho”

Acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, o prefeito Arthur Virgílio Neto, iniciou o período do “Junho Vermelho”, em Manaus, na última quinta-feira, 7, acendendo uma nova iluminação externa, no prédio da Prefeitura de Manaus, na cor vermelha.

A lei do “Junho Vermelho”, foi sancionada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, em outubro de 2017, ficando instituído no calendário oficial do município de Manaus.

Doe sangue

– Para doar sangue, o candidato deverá estar alimentado. Se for doar pela manhã, uma refeição sem gorduras. Após almoço ou jantar, deve-se aguardar três horas.

– O candidato à doação deve comparecer em condições plenas de saúde. Se estiver apresentando qualquer sintoma, mesmo que leve, deverá aguardar a melhora.

– Frequência cardíaca e pulso devem estar regulares e serem analisados pelo médico. A pressão arterial é aferida no momento da doação, assim como a temperatura, que não poderá exceder 37°C.

– Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e com mais de 50 quilos. Idosos somente poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes dos 60 anos e devem respeitar o intervalo de seis meses entre elas.

– O candidato deve ter dormido, pelo menos, quatro horas, sentindo-se descansado no momento da doação.

A solenidade

A escolha para a solenidade na Câmara Municipal de Manaus (CMM), não foi por acaso, já que em 14 de junho, celebra-se o “Dia Mundial do Doador de Sangue”, data estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2004.

A “sessão solene em homenagem ao Junho Vermelho, acontece na Câmara Municipal de Manaus (CMM), no próximo dia 14 de junho de 2018, (quinta-feira), às 10hs, no Plenário Adriano Jorge, Paço Municipal dos Manáos, na rua Padre Agostinho Caballero Martin, n. 850, bairro São Raimundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *