Blog do Marcell Mota

COM ABORDAGENS VARIADAS E BEM MAIS COMPLETA, INSTITUTO DE PESQUISA 365 DIVULGA SUA 3° PESQUISA PARA ELEIÇÃO SUPLEMENTAR NO AMAZONAS

Foi divulgada na madrugada deste domingo, 25, a terceira pesquisa para Governador Tampão do Amazonas, realizada pelo Instituto de Pesquisa 365 Informações Inteligentes. Diferentemente das duas anteriores, nesta pesquisa foram incluídos somente os oito candidatos registrados: Rebecca Garcia (PP/11), Amazonino Mendes (PDT/12), José Ricardo (PT/13), Eduardo Braga (PMDB/15), Luiz Castro (REDE/18), Liliane Araújo (PPS/23), Wilker Barreto (PHS/31) e Marcelo Serafim (PSB/40).

Com exclusividade para o Blog do Marcell Mota, Durango Duarte explicou, que diferentemente das demais, ela é bem mais completa e com uma abordagem variada.

“Sobre a ótica da intenção de votos, que é aquela onde 80% das pessoas se preocupam, pois se trata do desempenho das candidaturas, a candidatura de Eduardo Braga, tinha 24% na primeira pesquisa realizada dia 16 de maio, caiu para 22% na segunda pesquisa do dia 01 de junho, e agora foi para 26% nesta terceira. Já a candidatura de Amazonino Mendes, ganhou corpo, pois na primeira pesquisa ele tinha 15%, depois foi pra 18% e agora 22%, um crescimento devido ao esforço coletivo do arco de alianças formado por Arthur Neto, Omar Aziz e outros políticos”, disse Durango.

Duarango também destacou que o curioso da pesquisa é que somado dois grandes nomes que são Amazonino e Eduardo, juntos não chegam a 50% da intenção de votos.

“Isto nunca existiu na história política Amazonense. O que representa que com toda a força deles, com toda a história que ambos têm, com todas as coligações e tempo de televisão, juntos não ultrapassam os 50%”, destacou Durango.

Durango Duarte finaliza a entrevista enfatizando, que o mais importante agora é saber da oscilação de cada candidato na próxima pesquisa, pois ela definirá o resultado.

“A pesquisa é uma fotografia, e como fotografia, o amanhã, não obrigatoriamente, esses números irão se repetir, e ao longo destes 40 dias de campanha, a grande questão será o próximo estudo, ou seja, a próxima pesquisa, pois nela, iremos perceber a tendência de cada candidato”, finalizou Durango.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *