CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE EM MANAUS PROSSEGUE ATÉ O DIA 8 DE JUNHO  

Prefeitura alerta que a campanha de vacinação contra o vírus Influenza, em Manaus, será encerrada no dia 8 de junho. Quem ainda não foi imunizado deve procurar qualquer uma das 183 salas de vacina da rede pública para receber a vacina gratuitamente. Após esse prazo, apenas as clínicas particulares oferecerão a dose que custa, em média, R$ 120.

 Este ano, em razão das ações para conter o avanço do sarampo na cidade, o calendário de vacinação contra a gripe na capital amazonense foi diferenciado, tendo iniciado no dia 12 de maio.

 “É muito importante que as pessoas que fazem parte dos segmentos que compõe o público-alvo desta campanha sejam vacinadas. A vacinação é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e suas complicações que podem, inclusive, levar à morte. E seguindo a determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, estamos apelando aos pais que levem as crianças, assim como a todas as pessoas, que não deixem de tomar a vacina”, destaca o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

 A dose anual é necessária porque a cada ano esta gripe pode se apresentar de forma diferente, assim como a infecção pode afetar de formas diversas as pessoas. A transmissão do vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar (transmissão direta) ou através das mãos ou objetos contaminados (transmissão indireta), quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

 Público-alvo

A campanha é voltada para indivíduos com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores de saúde, povos indígenas (aldeados e assistidos pela Secretaria Especial de Saúde Indígena), crianças na faixa etária de seis meses a menor de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e professores das escolas públicas e privadas.

 Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar o laudo médico, receita, carteirinha dos programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber o imunobiológico, assim como, os professores também deverão apresentar documentos (crachá, contracheque ou outro documento) que comprovem a profissão.

 Quem foi vacinado contra o sarampo recentemente pode receber a dose contra a gripe. Inclusive as crianças que não estiverem com o registro da Tríplice Viral atualizado, receberão o imunobiológico simultaneamente.

 O agendamento da vacinação do grupo prioritário impossibilitado de locomoção acontecerá pelo telefone 0800-280-8280 até o dia 30 de maio. O atendimento de vacinação dos acamados acontecerá no período de 4 a 8 de junho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *