AMAZONINO MENDES RECEBE APOIO DE LIDERANÇAS DO INTERIOR DO ESTADO

Lideranças políticas do interior reafirmaram, na noite desta quarta-feira (12), o apoio à candidatura de Amazonino Mendes (PDT), na eleição suplementar 2017 para o cargo de governador do Amazonas. O encontro, que reuniu o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), o candidato a vice-governador, deputado estadual Bosco Saraiva (PSDB), além de prefeitos, ex-prefeitos e parlamentares, ocorreu no Hotel Da Vinci, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

Amazonino disse que o povo do interior merece uma libertação e que a candidatura dele vai devolver ao Estado a esperança de dias melhores. “Digo a vocês, aos meus amigos do interior, que o Amazonas será governado por cada um de vocês. Minha porta estará aberta aos prefeitos. Não dá mais para deixar o Estado sem equilíbrio, sem perspectiva. É hora de amor, de reconstruir o Estado, que está quebrado, destruído”, garantiu.

Durante o discurso, o ex-governador lembrou do sofrimento do caboclo ribeirinho antes da implantação dos programas voltados para o interior do Amazonas. “Lembro-me muito bem, na beira de um barranco, na margem do rio Juruá, quando percebi o sofrimento que um caboclo passava no remo dentro de uma canoa. Fiz o remo do caboclo virar motor de poupa (rabeta). Só quem enxerga a dor e o sofrimento daquele povo sabe do que estou falando”, declarou o candidato, relembrando as oportunidades criadas durante os três mandatos como governador. “Nasci no seringal, vim do interior. Eu sei o que aquele povo está sofrendo neste momento. Não é momento para brincadeira. É hora de devolver ao povo a oportunidade de dias melhores”, concluiu o líder da coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”.

Presente na reunião, o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), disse que não vê outra hipótese no pleito suplementar a não ser a candidatura de Amazonino. “Eu me uni ao Amazonino pelo bem de Manaus, pelo bem deste Estado que me elegeu a vários cargos na República. Não há outro caminho, a não ser o da esperança que nós vemos em Amazonino”, disse.

Interior

Nas cidades do interior do Amazonas, durante os três mandatos como governador, Amazonino construiu praticamente todos os aeroportos; mais de 230 escolas, 65 pontos de atendimentos de saúde, divididos em 47 hospitais e 18 unidades de referência e um laboratório.

O ex-governador instituiu ainda o programa do setor primário “Terceiro Ciclo” que atingiu 32 cidades e beneficiou mais de 40 mil famílias; o asfaltamento de 720 quilômetros de estradas; mais 19 delegacias de polícia, entre outras realizações que marcaram a vida do caboclo amazonense.

Relembrando as benfeitorias feitas por Amazonino nas comunidades ribeirinhas, a agricultora Lúcia Nicácio, 49, disse que só o ex-governador tem a capacidade de fazer o Estado reagir. “Não houve outro governador que supere o Amazonino no interior. Foi com ele que tivemos pela primeira vez acesso aos programas do setor primário, que nos deu renda familiar. Só ele levou educação e saúde para as comunidades. Ele tem o nosso voto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *