RECUPERAÇÃO DO PIM É DESTACADA PELA SUFRAMA DURANTE REUNIÃO DO CODAM

O superintendente Adjunto de Projetos da SUFRAMA, substituto, Luiz Flávio Simões, representou a autarquia na 276ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), ocorrida na manhã desta terça-feira (23), no auditório da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti).

Durante o evento, o Codam aprovou uma pauta com 25 projetos industriais, cuja soma de investimentos é de R$ 1,9 bilhão. Os projetos também estimam a geração de 1.685 postos de trabalho (sendo 1.462 na linha de produção e outros 223 na parte administrativa) no período de até três anos.

Em seu pronunciamento, o superintendente adjunto da autarquia, Luiz Flávio Simões, citou, primeiramente, ações desempenhadas pela SUFRAMA nos últimos meses que podem potencializar os benefícios e a eficiência dos serviços prestados à sociedade, entre as quais a ampliação da capilaridade de marcos regulatórios institucionais, a modernização de sistemas, a aprovação e a alteração de Processos Produtivos Básicos, a publicação da Carta de Serviços da autarquia e as contribuições para as alterações na legislação que disciplina a aplicação de recursos em Pesquisa e Desenvolvimento na região, entre outros.

Em seguida, ele fez questão de destacar os indicadores de desempenho do Polo Industrial de Manaus (PIM) referentes ao mês de agosto, enfatizando, sobretudo, o crescimento obtido em diversas áreas mensuradas, como produção, importação de insumos, faturamento e empregabilidade. “São números que demonstram interrupção do cenário negativo e uma recuperação crescente e vigorosa”, salientou Simões.

Projetos

Entre os 25 projetos industriais aprovados, os destaques incluem as iniciativas da empresa Elsys Equipamentos Eletrônico, cujo projeto é destinado à produção de aparelhos receptores para reprodução de Internet, com investimentos de R$ 29,97 milhões; e da empresa MC Indústria de Plásticos da Amazônia, para fabricação de peças plásticas moldadas por injeção para fins industriais, com investimento de R$ 24,91 milhões.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *