Blog do Marcell Mota

OS 30 DIAS DE UM GOVERNO QUE TROUXE ESPERANÇA PARA O AMAZONAS

O governador David Almeida completou 30 dias no comando do Estado do Amazonas na sexta-feira, dia 9. A gestão é marcada pela solução de problemas que o novo governo identificou que atingiam a população nas áreas de Saúde, Educação, Infraestrutura e Segurança. O governador, em seu discurso de posse, comprometeu-se em fazer muito com pouco no curto espaço de tempo que tem para governar.

Nos primeiros dias, David Almeida  trocou secretários de pastas estratégicas e deu início a medidas que considerou necessárias para conferir agilidade ao governo.

A saúde do Estado passou por uma espécie de choque de gestão. O Plano Emergencial de Saúde e, com ele, o Programa Fila Zero, tirou das filas milhares de pessoas que aguardavam procedimentos, como consultas, exames e cirurgias. Para tal, ampliou em 20%, a oferta de serviços nas unidades de saúde públicas. Em torno de 76 procedimentos foram zerados e 13 já foram reduzidos em mais de 50%.

Um bom exemplo é o Hospital Hilda Freire, em Iranduba, que teve seu centro cirúrgico reativado e vem realizando, em média, 45 procedimentos por semana, tais como cirurgias para a retirada de vesícula biliar, hérnia inguinal e histerectomia.

Em Manaus, por meio de uma reestruturação no atendimento e na prestação de serviços da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon), o governo zerou a fila de 30 pacientes que aguardavam, desde o ano passado, por neurocirurgias oncológicas, um procedimento de alta complexidade.

Para remanejar recursos, David Almeida solicitou aos técnicos do governo uma reavaliação dos contratos com empresas prestadoras de serviços ao Estado, para reduzir os valores tratados, mediante uma espécie de repactuação, ou até rescindir alguns deles, dependendo do caso. Até o contrato do jatinho do governo foi suspenso e, agora, o governador viaja de avião de carreira, quando precisa. Conseguiu reduzir em até 40% gastos com 60 tipos de medicamentos. Já está abastecendo unidades de saúde da capital e do interior com a compra de 516 itens, entre medicamentos, materiais hospitalares, laboratoriais e odontológicos.

Retomada de obras de infraestrutura gera milhares de empregos

Retomou e acelerou obras importante, como a duplicação da Rodovia Manoel Urbano, AM-070, que liga Manaus a Manacapuru, e a Avenida das Flores, na capital.

Na condição de governador, David Almeida realizou sua primeira viagem a Brasília, no último dia 31. Reunido com o presidente da República, Michel Temer, o governador obteve dele a liberação de um empréstimo de mais R$ 300 milhões, dos quais R$ 231 mi serão para recuperar estradas do interior e revitalizar o sistema viário de pelo menos 16 municípios.

Acolhimento

Há aproximadamente dez dias, o governo do Amazonas realizou a retirada de mais de 264 venezuelanos, integrantes do grupo indígena Warao, que ocupavam a base do Viaduto Airton Sena, no bairro Flores, zona Centro-Sul, se estendendo aos arredores da Rodoviária de Manaus. Eles vivam em condições adversas desde o final do ano passado. As famílias, aproximadamente 65, sendo a maioria crianças (150), foram transferidas para o abrigo do Serviço de Acolhimento Institucional de Adultos e Família do Governo do Amazonas, no bairro Coroado, zona Leste, que foi preparado para receber os migrantes. A ação só foi possível graças a articulação de entidades do Governo em parceria com instituições ligadas a administração municipal.

Canais de negociação e diálogos reabertos

No dia 28 do mês passado, o governador David Almeida anunciou a antecipação do pagamento de 30% do décimo terceiro aos servidores públicos estaduais, o que deve ocorrer no final deste mês. A medida, além de beneficiar o servidor, impulsiona a economia do Estado, que recebe uma injeção de mais de R$ 95 milhões na economia. Este ano, a antecipação ocorre no final de junho. Tradicionalmente a liquidação acontece no mês de julho.

 

No último dia 5, em reuniões distintas, David Almeida recebeu, primeiro, lideranças dos trabalhadores em educação, depois, representantes da Polícia Militar, para verificar suas demandas, como reajustes, reposições de perdas salariais e promoções, no caso da PM. No caso dos trabalhadores da educação, o governo solicitou de técnicos, um estudo de impacto financeiro, para ver a possibilidade de atender a categoria. Estudo semelhante e com o mesmo objetivo, será feito pelo comando da Polícia Militar do Amazonas.

Na mesma linha de manter-se aberto ao diálogo, o governador foi até a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) para entregar o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), no último dia 30 de maio. Em passagem pelo parlamento, David Almeida destacou que o diálogo estava aberto com os parlamentares e prefeitos do interior. “Nós não estamos em tempo de guerra. O povo não aguenta mais essa guerra, de projetos pessoais, egos e vaidades”, disse o governador, ao afirmar que recebeu todos os deputados e prefeitos de situação e oposição. “Eu não posso punir o povo. Eu tenho que atender as demandas da população”, disse.

 

Segurança 

Com a “Operação Integrada Cidade Segura”, iniciada no último dia 2, o governo buscou reduzir índices de criminalidade. São mais de mil servidores de órgãos de segurança do Estado, nas ruas. Como reforço ao trabalho da polícia, inclusive para dar mais condições à operação, o governador David Almeida entregou 68 novas viaturas e 100 motocicletas. E já existe previsão para a entrega de dois helicópteros para uso das polícias.

O governador David Almeida deu aval para a criação do projeto “Escola Protegida”, uma iniciativa da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), para reforçar a segurança nas escolas. O projeto estabelece rondas ostensivas nas unidades de ensino de áreas suscetíveis à violência. O mesmo contará, ainda, com o patrulhamento feito por dois policiais em viaturas para fazer a vigilância durante os turnos escolares, de segunda a sexta-feira. Numa primeira fase, o programa vai atuar em 33 escolas. Depois será ampliado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *