SENADOR OMAR DIZ QUE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA É VITÓRIA DOS TRABALHADORES

Em votação histórica, o plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (22), em segundo turno, o texto-base da reforma da Previdência, que estabelece idade mínima para aposentadoria, entre outras mudanças. Foram 60 votos favoráveis e 19 contrários.

Em seu pronunciamento durante a sessão, o senador Omar Aziz (PSD-AM) justificou o voto favorável afirmando que o Congresso Nacional conseguiu avanços desde que recebeu do Governo a proposta da Reforma da Previdência, no mês de fevereiro.

Omar cita como um dos avanços,  a manutenção do Benefício de Prestação Continuada (BPC), benefício mensal de um salário mínimo pago a idosos e deficientes pobres, àqueles que tiverem renda familiar per capita de até meio salário mínimo (R$ 499, em 2019).

O senador fez um parâmetro lembrando que um dos motivos da crise e instabilidade social que hoje ocorre no Chile é justamente pelo governo daquele país não respeitar o direito dos trabalhadores na Reforma da Previdência: “Vi muita gente defender a Previdência Chilena aqui. Tá provado o Chile não é exemplo para o Brasil por conta da instabilidade, das desigualdades sociais, e a má distribuição de renda que afeta a população chilena.  E o Congresso Nacional tá provando isso na prática”, completou o senador em seu pronunciamento.

Por fim, Omar destacou a coragem e habilidade dos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, por saberem conduzir o projeto até a sua aprovação histórica nesta terça-feira (22).

Fonte: Portal Caboco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *