PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO RECEBEM HOMENAGEM NA CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS

Na semana que antecede o Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro (terça-feira), a Câmara Municipal de Manaus (CMM) realizou nesta quinta-feira (10), a entrega de aproximadamente 200 diplomas de honra ao mérito a profissionais de Educação, pelos relevantes serviços prestados à capital amazonense. A sessão solene foi presidida pelo titular da CMM, vereador Joelson Silva (PSDB), e teve a iniciativa da presidente da Comissão de Educação, Professora Jacqueline (PHS).

Joelson Silva destacou a importância da data e do próprio evento, como um dos mais importantes realizados pela casa legislativa. Para o parlamentar, além de justa, a homenagem é uma forma de gratidão e respeito aos professores e demais profissionais da área.

“Minha mãe sempre quis que um de seus filhos tivesse a carreira no magistério, infelizmente não traçamos esse caminho, mas esta Casa estará sempre de portas abertas para esses profissionais”, disse Joelson, que compartilhou a subscrição da homenagem com o vice-presidente da Comissão de Educação, Professor Samuel (PHS), e os vereadores Fransuá Matos (PV), Gedeão Amorim (MDB), Coronel Gilvandro Mota (PTC), Fred Mota (PR), Isaac Tayah (PSDC), Gilmar Nascimento (PSD), Marcel Alexandre (PHS), Bessa (SD) e Elias Emanuel (PSDB), que também entregaram a honraria aos educadores.

Durante a solenidade, o coral da CMM apresentou a canção “Ao Mestre com Carinho”, e o cantor Max Leda interpretou “Como é grande o meu amor por você”, um dos clássicos de Roberto Carlos.

Professora há 27 anos, a autora da proposta ressaltou a importância da educação na vida das pessoas. Emocionada, ela lembrou que a longa jornada na profissão tem contribuído para que faça um trabalho diferenciado na CMM, em prol da categoria.

“Se eu pudesse, com certeza homenagearia a todos os professores. Não tem preço ver o resultado do meu trabalho, saber que contribuímos e deixamos nosso legado em outras pessoas. Como professora me sinto orgulhosa e representada. Deveríamos ter mais escolas, assim teríamos menos delegacias”, comparou Professora Jacqueline.

Profissão das profissões

Na opinião do Professor Samuel, a homenagem simples e singela é significativa, principalmente porque é direcionada à profissão mais importante de todas.

“E a que prepara as pessoas para todas as outras profissões. Com um povo mais educado, tudo seria diferente. Temos exemplos de países orientais, onde as coisas mudaram por meio da educação. Sinto-me lisonjeado em trabalhar em uma Câmara, com vários professores, e parabenizo a todos, `em especial aqueles que têm esperança de ver um país diferente”, disse.

Pontapé

O Professor Fransuá citou a primeira aula dele na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) como o pontapé inicial que o levou a enveredar pelo caminho da educação.

“Desde então, eu me apaixonei pela profissão. Tenho orgulho, mesmo sabendo das mazelas enfrentadas. Ser professor é ser como água que atravessa pedras, esperança na resistência que precisa lutar por mais política de formação, condição de trabalho, salários dignos e em defesa de uma educação inclusiva”, frisou.

Gedeão Amorim observou que, apesar da criação de novas universidades, inclusive nos municípios, ainda falta mais investimentos na educação como um todo.

Também falaram na homenagem o segundo vice-presidente da CMM, Fred Mota; Elias Emanuel; Gilvandro Mota e Gilmar Nascimento, que saudou a todos os professores dizendo que “a educação é o maior instrumento para transformar o mundo”.

Fonte: Dircom/CMM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *