GOVERNADORES WILSON LIMA E GLADSON CAMELI FIRMAM PARCERIA PARA DESENVOLVER CADEIAS PRODUTIVAS NA FRONTEIRA DO AMAZONAS E ACRE

Os governadores do Amazonas, Wilson Lima, e do Acre, Gladson Cameli, assinaram, neste sábado (05/10), um protocolo de intenções para realizar ações integradas voltadas ao desenvolvimento de cadeias produtivas prioritárias do agronegócio, e também de setores como saúde e segurança. O documento foi assinado no estande da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), durante a realização da 41ª Expoagro, em Manaus.

O protocolo prevê ações para modernização de atividades ligadas à produção agropecuária e florestal; realização de ações coordenadas na defesa da sanidade animal e vegetal; qualificação da assistência técnica e extensão rural; oferta de capacitação de agricultores e técnicos; e o intercâmbio de tecnicas e tecnologias para o desenvolvimento dos setores agropecuário, florestal e vegetal.

“Nós temos uma relação desde muito tempo com o Acre. O Acre já dá alguma tipo de assistência para alguns produtores que estão aqui no estado do Amazonas, da mesma forma que faz alguns atendimentos médicos. Nós aqui do Amazonas também fazemos atendimentos na área de saúde, na área do setor primário e o que nós estamos fazendo aqui é formalizando essa relação que já há entre o estado do Acre e Amazonas”, afirmou Wilson Lima.

Segundo o governador do Acre, Gladson Cameli, a parceria entre os dois estados auxilia e beneficia, principalmente, comunidades que vivem na fronteira entre os dois estados e que precisam de assistência conjunta.

“Não é porque é aqui no Amazonas que eu não tenha que me preocupar com a comunidade que mora lá, tão perto, tão próximo. Então fizemos uma grande reunião, estamos chegando com a presença do Estado lá. Essa nossa parceria não fica somente nessa parte da agricultura, temos também na parte da segurança e na parte da saúde, principalmente, porque a saúde é um gargalo para todos”, destacou o governador do Acre.

O protocolo de intenções assinado entre dois Governos aconteceu no âmbito da Zona Especial para o Desenvolvimento Agropecuário (Amacro), projeto que fortalece a interação dos estados do Amazonas, Acre e Rondônia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *