URGENTE: RIO DE JANEIRO AMANHECE COM QUATRO EX-GOVERNADORES NA CADEIA

Os ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Matheus foram presos na manhã desta terça-feira, dia 3, em operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência, órgãos vinculados ao Ministério Público do estado.

Os pedidos foram feitos em razão de investigações sobre superfaturamento em contratos celebrados entre a Prefeitura de Campos e a construtora Odebrecht, para a construção de casas populares dos programas Morar Feliz durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita (2009/2016).

Garotinho e Rosinha foram presos em seu apartamento, no Flamengo, na zona sul do Rio de Janeiro, onde chegaram por volta de 7h40 (de Brasília).

Além deles, outras três pessoas são alvo da operação: Sérgio dos Santos Barcelos, Ângelo Alvarenga Cardoso Gomes e Gabriela Trindade Quintanilha.

A ação é baseada na delação premiada de dois executivos da Odebrecht homologadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Leandro Andrade Azevedo e Benedicto Barbosa da Silva Júnior afirmaram que a construtora foi favorecida em concorrências superfaturadas avaliadas em R$ 1 bilhão para construção de cerca de 10 mil moradias no Rio de Janeiro.

De acordo com o MP-RJ, o superfaturamento nos contratos foi da ordem de R$ 50 milhões.

Leia mais no O Globo.

Fonte: BNC / O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *