JOSUÉ NETO REITERA IMPORTÂNCIA DO CIGS PARA DEFESA DA AMAZÔNIA

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Josué Neto, reiterou, nesta terça-feira (27), durante Sessão Especial no Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), a importância da instituição militar para a defesa da Amazônia e para todo o povo amazonense. A sessão teve o objetivo de estreitar os laços entre as instituições e possibilitar o acesso de informações, pelos deputados, de ações de relevância para a defesa da Amazônia e do Estado.

“Essa homenagem que o Poder Legislativo presta ao CIGS é a demonstração do nosso reconhecimento e respeito merecidos àqueles que melhor conhecem e sabem lidar com a Amazônia. Daqui saem os guerreiros que atuam na defesa da nossa Amazônia, e isso com certeza é um bem a todos nós”, afirmou. O deputado frisou ainda, que os guerreiros travam não apenas as guerras convencionais, mas também lutam contra as mazelas sociais modernas e por isso, atuam como “fator de equilíbrio, em favor do bem”, no auxílio às políticas públicas.

O comandante do CIGS, Coronel Mário Flávio de Alburquerque Brayner lembrou em seu discurso, que a instituição, completa em 2019, 554 anos de existência na Amazônia e agradeceu a realização da Sessão no local. “O CIGS é um patrimônio do nosso Exército, patrimônio do Amazonas e temos uma responsabilidade muito grande em termos nacionais e internacionais, uma vez que aqui são forjados os melhores guerreiros de selva do mundo”, destacou.

Ainda no mesmo momento, o Coronel complementou o discurso, agradecendo a presença da Assembleia Legislativa no CIGS “Foi uma honra e motivo de gratidão”, disse. Em agradecimento pela oportunidade, Josué Neto recebeu uma placa em homenagem que representa a amizade institucional entre o CIGS e a Casa Legislativa. Os demais deputados também receberam honrarias de agradecimento. 

Participaram também da Sessão Especial, além dos parlamentares estaduais, representantes do Governo do Estado, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Comando Militar da Amazônia (CMA), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM), Fundação Amazonas Sustentável (FAS), dentre outras instituições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *