DIREÇÃO DO HOSPITAL PRONTO SOCORRO JOÃO LÚCIO E “JOÃOZINHO” DEMONSTRA DESCASO COM A SAÚDE AO NÃO CHAMAR EMPRESA VENCEDORA DE CERTAME QUE BUSCA MELHORAR A SAÚDE PÚBLICA

A atual direção do Hospital João Lúcio Pereira Machado e do “Joãozinho”, demonstra claramente não levar a sério a saúde pública do Amazonas, ao não chamar empresa vencedora do Pregão Eletrônico nº 1611/2018-CGL, que teve por objeto a contratação, pelo menor preço global, de pessoa jurídica especializada em procedimentos de diagnósticos por imagem de baixa, média e alta complexidade, como: raio x, tomografia computadorizada, ecocardiograma e ultrassonografia convencional e ultrassonografia com doppler, para atender as necessidades do Hospital e Pronto Socorro João Lúcio Pereira Machado e Hospital e Pronto Socorro Infantil da Zona Leste “Joãozinho”.

A direção do hospital na gestão de Silvio Romano Benjamin Junior, desrespeita o poder púbico ao não fazer cumprir o chamamento, uma vez que a sentença resolutiva de mérito, da 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual, anulou a revogação do pregão eletrônico 1611/2018 e por consequência o pregão eletrônico 160/2019, mandou, ainda, dar continuidade ao pregão eletrônico 1611/2018, para a efetiva contratação da empresa vencedora do certame, LÍDER SERVIÇOS DE APOIO A GESTÃO DE SAÚDE LTDA.

O atraso na contratação também tem prejudicado de forma direta a população, bem como os funcionários, que estão com salários atrasados, por parte da atual empresa que presta serviço ao hospital.

Saúde pública é coisa séria e precisa ser levada a serio!

Até o fechamento desta matéria tentamos contato por meio do telefone 3249-9063, com a direção do Hospital e Pronto-socorro João Lúcio-Joãozinho, mas infelizmente não obtivemos exito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *