CANDIDATA A DEPUTADA FEDERAL PELO PARTIDO DA REPÚBLICA DRA. PATRÍCIA SICCHAR IRÁ LUTAR POR MAIS VERBA PARA A SAÚDE

Candidata à deputada federal pelo Partido da República (PR), a médica, Dra. Patricia Sicchar, tem como bandeira a defesa da saúde do Brasil e do Amazonas, e, caso seja, eleita irá lutar por mais verba, tanto para a melhoria dos serviços, quanto para os funcionários. Para ela, o debate tem que ser a favor da vida e para isto uma das prioridades e da saúde da mulher.

“Eu decidi ser candidata a deputada federal para aumentar a bancada da saúde que atualmente é muito pequena no Parlamento e aprovar medidas que melhorem a situação da saúde. Temos um orçamento que foi congelado pelo governo atual por vinte anos. A cada ano a assistência às crianças e aos idosos aumentará. A mesma situação é para os funcionários que esperam há anos por reajuste salarial, concursos, entre outras coisas”, disse.

Criação de Polos de saúde no interior

A candidata pretende trabalhar para melhorar a atenção na saúde no interior do Estado. “Não temos os polos de saúde para atender casos de emergência nos municípios mais distantes, é importante a criação de três polos para agilizar este atendimento”, afirmou.

Médicos e profissionais de saúde respeitados

“Hoje os médicos e profissionais não querem ir trabalhar no interior porque muitas vezes não recebem o salário ofertado. Pretendo lutar para que isto mude, com a criação da Carreira de Estado e assim a categoria da saúde seja respeitada e trabalhará com dignidade”, salientou Patricia Sicchar.

Direitos da mulher

“Hoje o debate nacional é sobre o aborto. Em vez de lutarem por mais verbas para salvarem vidas! Precisamos de mais recursos para que as mulheres possam fazer laqueaduras com mais facilidade na hora do parto, e tenham mais acesso para colocação de DIUs e outros métodos que facilitem sua vida, precisamos trabalhar no planejamento familiar para um futuro melhor para os jovens”.

Patrícia Sicchar é médica e trabalha há 16 anos na saúde pública dentro da atenção básica e nas unidades de urgência e emergência da capital, além de ser representante do Sindicato dos Médicos e mãe de três filhas.

 

Fonte: Mercedes Guzmán / Blog da Floresta

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *