IPEM FISCALIZA BALANÇAS NO AEROPORTO INTERNACIONAL DE MANAUS

As balanças usadas no controle de peso de bagagem foram alvos de fiscalização realizada pelo Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) no Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes, localizado na zona Oeste da cidade.

Foram fiscalizadas 57 balanças. Uma delas foi reprovada por estar pesando 300 gramas acima do permitido, gerando prejuízo ao consumidor.

Em caso de irregularidades, os responsáveis pelas balanças serão autuados, será lavrado um auto de infração, o prazo para defesa será de 10 dias e a multa pode chegar a R$1,5 milhões. A fiscalização segue até que todas as companhias aéreas sejam fiscalizadas.

Segundo o presidente do Ipem-AM, Marcio André Brito, a ação foi realizada após denuncia recebida pelo órgão.

“Após o período de Carnaval, nós recebemos denúncia com suspeitas do peso de bagagem, o que nos motivou a intensificar a fiscalização. Já na primeira balança encontramos uma diferença de 300 gramas em prejuízo ao consumidor, ou seja, uma cobrança indevida onde o consumidor estava tendo esse prejuízo”, disse Márcio Brito.

O presidente do Ipem-AM também dá dicas ao consumidor para não ser enganado. “Nós orientamos que, ao fazer o check-in e a pesagem, o consumidor verifique se na balança existe o selo do Inmetro, que é fixado pelo Ipem significa que este instrumento passou por todos os ensaios de pesagem e qualidade e não oferece nenhum tipo de prejuízo financeiro”, orientou.

De acordo com a portaria nº 236/94 do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) a tolerância permitida é de 100 gramas para mais ou para menos.

Orientações ao consumidor

  • O consumidor deve verificar se existe o Selo do INMETRO;
  • Verificar se o visor da balança está zerado antes de posicionar a bagagem;
  • Observar se a indicação do visor disponível para o consumidor é a mesma indicada para o operador da Companhia Aérea;
  • Verifique se o valor do peso da bagagem indicado na balança corresponde ao indicado na etiqueta;
  • Se o visor do check in está em perfeitas condições de uso;

 

FONTE: PORTAL G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *